DE PRIMA: André Hajjar não é mais o diretor de futebol do Anápolis

As mudanças na diretoria do Anápolis param. Depois da saída do Gestor de Futebol Francis Melo, agora foi a vez do diretor de futebol André Hajjar deixar o clube. O motivo alegado para a saída de André Hajjar é problema particular, e que os afazeres  também tem atrapalhado a se dedicar mais ao clube.

O presidente do conselho deliberativo José Paulo Tinazo confirmou no inicio da tarde desta quarta-feira a saída de André Hajjar, e disse que a partir de hoje vai estar mais presente no comandado da equipe, e que já está em busca de um novo diretor de futebol para o Anápolis.

O Anápolis estreia nesta quarta-feira no terceiro turno do Campeonato Goiano contra o Goianésia, no estádio Jonas Duarte, em Anápolis, às 20h30. O Tricolor da Boavista é o quarto colocado do Grupo B do goianão, com oito pontos.

Um comentário

  1. Reply Post By waldir dasilva

    Hoje, o futebol é negócio. As pessoas que trabalham no futebol visam lucro e temos de conformar que a era do amadorismo ja se foi a muito tempo. Estes dois que saíram foram responsáveis pela campanha do Anápolis no ano passado. Francis Melo eh um profissional do futebol. O que poderia ser feito com esses empresários seria contratos determinando o que importa para o crescimento da equipe no cenário futebolistico. Se tivessem deixado Francis Melo continuado a comandar o Anápolis, certamente dentro de 4 anos estaríamos na série B do brasileiro. Em vez disso, vamos estar lutando para não cair para a série B de Goiano.
    Tudo eh uma questao de vitrine, se estamos em uma serie B brasileira nossos atletas da base teriam muito mais visibilidade e oportunidade.
    Lembrando sempre que uma equipe de futebol eh a sua torcida, sem ela equipe nenhuma existiria. Mas tem dirigentes que se acham mais importantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *