Vila Nova bate a Aparecidense e abre vantagem na semifinal do goianão

O Vila Nova deu um passo importante para chegar à final do Campeonato Goiano. Nesta segunda-feira (17), o time colorado derrotou a Aparecidense por 2 a 1, no estádio Serra Dourada, em Goiânia, pela partida de ida da fase semifinal da competição estadual. A Aparecidense teve um gol anulado pelo o assistente Alexandre Amaral, marcado pelo lateral-direito Rafael Cruz no primeiro tempo.

Os gols foram marcados por Wallyson e Mateus Anderson para o Vila Nova, enquanto o meio-campista Washington anotou para a Aparecidense.

O jogo de volta está marcado para a próxima segunda-feira, no estádio Anibal Batista de Toledo, em Aparecidense de Goiânia, às 20 horas. O Vila Nova classifica com o empate. Já a Aparecidense para ficar com a vaga terá que vencer por dois gols de diferença. Caso vença por um gol de diferença, a decisão será nas penalidades máximas.

O Vila Nova abriu o placar aos três minutos do primeiro tempo. A defesa da Aparecidense cortou mal, e Wallyson não perdoou. O atacante bateu de primeira, numa finalização bonita, e manda no canto esquerdo de Pedro Henrique para abrir o placar.

Aos 33 minutos do primeiro tempo o Vila Nova marcou o segundo gol. Em jogada de contra-ataque o atacante Mateus Anderson arrancou, invadiu a área e fuzilou de canhota.

A Aparecidense diminuiu aos 30 minutos do segundo tempo. O meia Washington cobrou falta no canto direito de Elisson, que foi na bola, mas não alcançou.

 

Ficha técnica:

VILA NOVA 2X1 APARECIDENSE

 

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia
Data: 17 de abril 2017
Horário: 20 horas (de Brasília)
Árbitro: Elmo Resende
Assistentes: Fabrício Vilarinho (Fifa) e Alexandre Amaral

Renda: R$ 145.210,00

Público: 10.015 pagantes

Gols: Wallyson 3’ 1T e Mateus Anderson 33’ 1T (Vila); Washington 30’ 2T (Aparecidense)

VILA NOVA:  Elisson; Maguinho, Wesley Mattos, Alemão e Jonathan; Fagner, Geovane e Everton; Mateus Anderson (Marcos Serrato), Wallyson (Patrick Leonardo) e Moisés (Foguete).

Técnico: Mazola Júnior.

APARECIDENSE:  Pedro Henrique; Rafael Cruz, Robson, Mirita e Mário Sérgio (Léo Teles); Lusmar, Washington, Murilo (Cadu) e Robert; Aleílson e Elias (Foguinho).

Técnico:  Zé Teodoro.

 

 

 

Um comentário

  1. Reply Post By Paulo Hemrique de Paula

    Até quando as equipes de futebol continuará a ser prejudicadas por erros grotescos da arbitragem ? Ontem foi no Serra Dourada ! Hoje foi em Madri na Champions league, o prejuízo é incalculável e ninguém faz nada..!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *