Atlético-GO derrota o Guarani e cola no G4 da Série B

Nesta terça-feira, abrindo a terceira rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, Atlético-GO e Guarani se enfrentaram no Estádio Olímpico, em Goiânia. Melhor para o Dragão, que venceu por 3 a 2, com dois gols de João Paulo e Fernandes. Em contrapartida, Bruno Nazário e Anselmo Ramon anotaram os tentos do Bugre na partida.

Após um bom começo, o time campineiro foi envolvido no primeiro tempo, até sofrer 2 a 0. Na etapa complementar, a história se repetia, a equipe sofreu o terceiro gol. Porém, conseguiu voltar ao jogo, com dois gols rápidos, com falhas individuais do goleiro Klever. Até a reta final, os comandados de Umberto Louzer voltaram a ser dominados e perderam.

Com o resultado, o Atlético assume provisoriamente a quinta colocação, com seis pontos ganhos. O Guarani está em oitavo, com a mesma pontuação, mas, deve ver a posição ser tomada ao longo da rodada.

As equipes só voltam a campo no dia 5 de maio. O Dragão pega o CRB, fora de casa, em Alagoas, às 16h30. Já o Bugre terá pela frente o esperado Derby Campineiro diante da Ponte Preta às 19h (horário de Brasília), no Estádio Brinco de Ouro da Princesa.

 

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-GO 3 X 2 GUARANI

 

Local: Estádio Olímpico Pedro Ludovico, Goiânia

Data: 24 de abril de 2018, terça-feira

Horário: 19h15 (horário de Brasília)

Árbitro: Alexandre Vargas Tavares de Jesus, RJ

Assistentes: Luiz Claudio Regazone e Wendel de Paiva Gouveia, ambos do Rio de Janeiro.

Renda: R$ 22.145,00

Público: 1.093 pagantes

Cartões Amarelos: Bruno Santos, Bileu e Alisson (Atlético-GO) e Ricardinho (Guarani)

Gols: João Paulo 23′ 1T e 13′ 2T e Fernandes 45′ 1T (Atlético); Bruno Nazário 17′ 2T e Anselmo Ramon 19′ 2T (Guarani)

Atlético-GO: João Paulo aos 23 e aos 13 minutos do segundo tempo; e Fernandes aos 45 minutos do primeiro tempo.

Guarani: Bruno Nazário aos 17  e Anselmo Ramon aos 20 minutos do segundo tempo.

ATLÉTICO-GO: Klever; Alisson, William Alves, Renê e Bruno Santos; Rômulo, Bileu e Fernandes; Júlio César (Christyan), Tito (Joanderson) e João Paulo.

Técnico: Cláudio Tencatti

GUARANI: Bruno Brígido; Lenon, Phillipe Maia, Anderson Jesus e Marcílio; Baraka, Ricardinho (Guilherme), Denner, Bruno Nazário e Rondinelly (Serafim); Caíque (Anselmo Ramon).

Técnico: Umberto Louzer

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *